Foto da Marcia Breda, autora do blog Adoro Home Office, no seu espaço de trabalho. Na imagem aparece a Marcia, mulher branca de cabelo liso, óculos com armação marrom e camiseta cinza. Ela está na frente de uma mesa com dois computadores.

Ano novo começando e muita gente conquistou o tão sonhado home office. Como algumas pessoas têm me perguntado sobre como se organizar financeiramente no home office, eu chamei a Marcia Breda, do maravilhoso blog Adoro HomeOffice pra gente dar umas dicas bacanas para vocês. São hábitos que eu e ela já aplicamos na nossa vida e super funciona! Vamos lá?

1) Compre os melhores equipamentos que seu dinheiro permitir

A gente sabe que às vezes a grana aperta e a vontade é de economizar muito, em tudo o que for possível. Mas comprar os equipamentos mais baratos pode ser uma cilada. Nada de ficar com dor nas costas por causa de uma cadeira ruim, ok? Pensar na ergonomia não é colocar dinheiro fora, pelo contrário. É investir na sua saúde.

O mesmo raciocínio vale para as ferramentas e instrumentos que você precisa para fazer o seu trabalho. Existem muitas alternativas gratuitas e de baixo custo, mas vale a pena pesquisar se os benefícios de um software pago, por exemplo, não ultrapassam e muito o custo dele. Não há uma resposta definitiva, então analise com calma cada caso.

2) Separe tempo e dinheiro para se desconectar

Tenha um hobby que faça você começar o dia revigorado ou se desligar do trabalho ao fim do expediente. Pra mim, Leila, funciona começar o dia com Yoga e terminar com Karatê, mas isso varia muito de pessoa para pessoa. Não precisa ser um exercício físico, pode ser algo mais voltado à criatividade, como aulas de música ou artesanato.

O importante é que você separe tempo na rotina para esses momentos. Isso vai garantir que o dia a dia não seja monótono e que você consiga mudar de energia e ativar o “modo descanso” ou o “modo trabalho” quando for necessário.

3) Invista de forma regular para ter um respiro se precisar

Quando se trabalha de casa, ter uma reserva de emergência é muito importante. Você nunca sabe quando vai precisar, não é mesmo? Aqui entra comprar novos equipamentos quando os seus se desgastarem, segurar as pontas caso você fique doente por alguns dias, manter sua sanidade mental e as contas em dia se der ruim com algum cliente  (acredite, pelo menos uma situação dessas também vai acontecer com você).

Um bom hábito é guardar 10% do que você ganha para essas situações, colocados em um investimento seguro e fácil de retirar. O Tesouro Selic é uma boa opção para isso. No entanto, se você não consegue economizar 10% da sua renda, está tudo bem! Comece com o que for possível, e aos poucos você conseguirá aumentar esse valor.

Temos certeza de que se você seguir essas três sugestões, seu home office será um sucesso!

E aí, você já usa essas dicas para se organizar financeiramente no home office ou tem mais alguma pra compartilhar? Conta pra gente nos comentários!

Como se organizar financeiramente no Home Office
Classificado como:    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *