O costume de ficar acordado a noite toda para comprar produtos na promoção, bebendo enormes quantidades de café, é o que geralmente acontece no Black Friday. Muitas pessoas ignoram seus compromissos para esperar uma oportunidade de comprar uma TV de baixo custo. Ou até obter passagens aéreas a preço de banana.

E existem muitas maneiras de fazer compras na Black Friday, porém, a adrenalina do momento pode acabar te iludindo. É muito comum extrapolar os limites e estourar o limite do cartão de crédito. Mas também é possível fechar negócios realmente vantajosos deste dia. Aqui está o seu guia completo para compras na Black Friday. Nele você entende como se proteger de golpes e também entender como funciona a data.

 

O que é a Black Friday

 

Conhecida como a data mais promocional do ano, a campanha foi criada em 2005 nos Estados Unidos para alavancar as vendas comerciais no país. A sexta-feira negra, traduzindo para o português, tem o objetivo de unir mundialmente vários empreendimentos com um único objetivo: vender produtos com preços bem acessíveis.

Geralmente, a Black Friday acontece após o Dia de Ação de Graças, uma data festiva nos Eua. Na ocasião, quase todas as lojas saem com descontos especiais e até queimas de estoque para atrair consumidores. As pessoas ficam horas nas filas antes mesmo das lojas serem abertas, ou tentam acessar vários sites de compras na madrugada. Isso tudo para aproveitar as pechinchas do ano.

 

Cuidado com pegadinhas

 

Mas nem todas as lojas seguem a campanha do modo certo, já que muitas se aproveitam data para enganar os clientes. Uma prática muito comum e que deve ser observada é o aumento de preços semanas antes da Black Friday. Os lojistas fazem isso para no dia da sexta-feira negra colocarem o objeto no mesmo preço em que estava antes do aumento, criando a ilusão de que você está “economizando”.

Por isso é importante você fazer uma lista dos itens de que precisa e depois pesquisar as opções. Para não ser enganado e encontrar as melhores ofertas antes de tirar o dinheiro do bolso. Você não precisa sair correndo de loja para loja, comprando itens de que realmente não precisa. Quando você faz isso, corre mais riscos de cair nas “pegadinhas” dos comércios.

Se é fácil para você deixar as emoções fora das decisões financeiras, continue assim. Compre com atenção e economize dinheiro de verdade. Caso contrário, é melhor evitar os shoppings e as vendas online nesse dia.

 

Como aproveitar os descontos

 

Existem sites que o ajudam a rastrear os preços de produtos, bem como quando os itens estão fora de estoque. Além de juntar preços, eles fazem comparações e te mostram os locais mais vantajosos para se comprar. Vários deles também tem a capacidade de enviar alertas de mensagens de texto quando os itens estão de volta ao estoque.

Acessando-os você tem como aproveitar melhor os descontos e poupar bastante grana. E tem a possibilidade ainda de levar para casa mais produtos do que imaginava. Esta é uma ótima maneira de acompanhar os itens difíceis de encontrar e de comprar.

Como aproveitar a Black Friday sem enlouquecer
Classificado como:

Deixe uma resposta