Tem vezes que a gente acha que não vai conseguir nunca sair da bola de neve, ainda mais em relação ao dinheiro. Já vimos que isso afeta até a sua produtividade. Mas calma: vai dar. Segura a minha mão e vamos por partes. Segue esses passos e vamos conversando para sair das dívidas. 🙂

 

1) Descubra onde você está

 

Eu sei que é doloroso ver onde a gente está, com tantas dívidas e contas se acumulando. Mas quanto mais você negligenciá-los, pior  vai ficar. Não tem fórmula mágica, infelizmente. Para você conseguir sair, você tem que saber onde está.

Faça uma lista das suas dívidas, registrando a taxa de juros (que é quanto você paga pelo dinheiro que deve), o número total de prestações, o número de prestações atrasadas, o número de prestações a vencer, o valor da prestação e o saldo devedor. Essa lista será importante para você escolher o que resolver primeiro.

Pras migas que são loucas por tabelas, como eu, o blog do Gold Map disponibiliza uma planilha tudo-de-bom em excel pra ajudar nessa tarefa. É só clicar aqui. 🙂

 

2) Descubra para onde você quer ir

 

Ok, você quer se livrar das dívidas. Mas o que isso significa? Pense em como você quer se sentir a partir de agora. Delimite datas realistas, e anote suas decisões. Você pode escolher renegociar as dívidas e seguir com os parcelamentos. Ou pode decidir que quer pagar tudo de uma só vez e não mais ficar com contas no cartão de crédito. Ou decidir que quer eliminar as dívidas e ainda fazer sobrar um dinheiro para não mais comprar a crédito. Ou para investir.

Você é quem sabe, apenas decida e estabeleça uma data limite.

 

3) Trace um plano

 

Com o objetivo definido no passo #2,  volte à lista do passo #1 e organize as dívidas de acordo com a prioridade.

Uma dica é colocar em prioridade máxima as dívidas com taxas de juros mais altas. Eu sei, nem sempre isso é possível. Nesse caso, vale uma conversa com o credor (a instituição ou pessoa para quem você está devendo) sobre o seu desejo de pagar, mas sua impossibilidade no momento. Com certeza você irá conseguir uma boa negociação com ele.

A partir da lista organizada por prioridades, chegou a hora de ir eliminando uma a uma até atingir seu objetivo. Vá aos poucos e comemore os sucessos! Foco e boa sorte!

Se quiser receber mais dicas sobre empoderamento feminino financeiro, curta a página do É da minha conta! no Facebook e tenha um conteúdo valioso e relevante na sua linha do tempo!

Os primeiros passos para sair das dívidas

Deixe uma resposta